full screen background image
  • English
  • Italiano
  • Español
  • Français

O Fundador

Brian Smith

Brian era um dos líderes da Renovação Carismática Católica, em Brisbane, começando no início dos anos 70. Junto com o Pe. Vince Hobbs conduzia o Grupo de Oração “Bardon Outreach” o meio pelo qual, milhares e milhares de pessoas experimentaram o poder do Espírito Santo através da Renovação Carismática Católica.

Em 1990, Brian se tornou o primeiro presidente da Fraternidade Católica das Comunidades e Associações Carismáticas de Aliança. Estabelecida como uma Associação Pontifícia de fiéis, a Fraternidade começou com treze comunidades de diferentes partes do mundo. Em 2008, eram mais de 80 comunidades que impactavam todos os continentes e chegavam a milhões de pessoas em todo o mundo. A Fraternidade é um incentivo para as comunidades pequenas e grandes, que procuram viver uma vida cristã testemunhando o poder transformador do Evangelho de Jesus Cristo. Em Abril de 1996, Brian foi nomeado como membro do Conselho para os Leigos, cargo que ocupou por cinco anos.

Brian era um homem que tinha um grande amor à Igreja e sua experiência na RCC convenceu-o de que, assim como sua própria fé tinha sido renovada, era possível renovar toda a Igreja pela graça de Deus derramada neste movimento do Espírito Santo. O compromisso de Brian com a Igreja e com a sua unidade veio tomar um papel de liderança formal e informalmente, para tentar construir relacionamentos com outros líderes cristãos e para quebrar muitas das barreiras que existiam. Brian era regularmente convidado como orador em outras igrejas, na Austrália e no exterior, buscando sempre construir o entendimento e a fraternidade. Em um nível formal, Brian foi membro ativo da Comissão Arquidiocesana para o Ecumenismo por muitos anos e, no final de sua vida, envolveu-se em uma iniciativa Arquidiocesana que veio a estabelecer um diálogo entre as igrejas católicas e pentecostais.

Brian deu uma contribuição única para a vida da Igreja Católica a nível local, nacional e internacionalmente. Enquanto Brian estava na companhia de Papas e Cardeais, nunca perdia de vista sua própria simplicidade como um homem de Geebung. Ele dizia sempre: Deus pôde fazer isto comigo, então ele pode trabalhar através de qualquer um. Entre outras coisas, Brian será sempre lembrado por suas histórias, seu amor por sua família e por sua paixão em seguir Jesus Cristo.